quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Como elaborar um relatório

Para elaborares um relatório de uma atividade experimental, deves incluir os seguintes elementos:
 
  •  Nome da Escola
  • Título do documento - Relatório de Atividade Experimental
  • Nome da disciplina - Ciências da Natureza
  • Identificação do aluno - nome, número, ano e turma

  • Número do relatório
  • Data em que foi realizada e experiência
  • Título/tema da experiência (ver no protocolo)
  • Material utilizado (ver no protocolo)
  • Procedimento (ver no protocolo e adaptar os tempos verbais)
  • Observação (o que viste acontecer)
  • Conclusão (as razões porque aconteceu)

domingo, 26 de maio de 2013

Compostor feito pelo Gonçalo Farinha do 5ºB



Durante as aulas estudámos a compostagem. Construímos compostores e colocámos um no pátio da escola.

O Gonçalo do 5ºB, entusiasmou-se e fabricou um, usando paletes.

Aqui ficam as fotos para que todos possam ver.





sábado, 4 de maio de 2013

Alimentação dos pequenos falcões


Desde que nasceram, não param de comer :)

video

Para quem não conseguiu ver em direto, fiz este pequeno filme da Margarida a alimentar as crias.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Os falcões já nasceram

Tal como o ano passado, os ovos começaram a eclodir hoje, 1 de maio.

Entre as 11h e as 12h eclodiram dois.


A partir de agora vai ser mais divertido acompanhar o dia a dia dos falcões pois há muito para ver.

O Zuzu já trouxe a primeira refeição das crias: um rato  :)

             

Nascimento da 3ª cria (19h10m)

Desde que saem do ovo, não param de comer

Em direto  http://www.livestream.com/janelafalcao

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Produção de adubo natural

"Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma".                                                                                                 Lavoisier


Como já fiz referência nas últimas aulas, após a realização da ficha de avaliação, iremos produzir composto, isto é, adubo orgânico, recorrendo a processos naturais.

Vamos precisar de:
 - garrafões de água (5litros) vazios;
 - minhocas (trazer com um pouco da terra onde as encontrarem);
 - restos vegetais crus (cascas de batata, cenoura, cebola, fruta, enfim... os lixos orgânicos da preparação das refeições);
- cápsulas de café de qualquer marca (vamos aproveitar para aprender como se pode separar as borras de café e reutilizar o invólucro).

Para aprenderes mais sobre o processo de compostagem, clica aqui.





quinta-feira, 4 de abril de 2013

Falcões na janela


O ano passado acompanhámos um casal de Falcões Peneireiros que nidificou numa floreira de uma janela.

Nas nossas aulas acompanhámos em direto a postura do ovos, o choco, o nascimento das crias e todo o processo de cuidar delas até que todas aprenderam a voar.

Para recordar essas imagens, clica aqui.

Este ano os falcões voltaram. Podes ver as imagens da webcam, em tempo real, visitando http://www.livestream.com/janelafalcao

Podes também ver as fotografias na página do facebook - https://www.facebook.com/janelafalcao

sábado, 5 de janeiro de 2013

Reprodução Assexuada nas Plantas - multiplicação vegetativa

multiplicação vegetativa (ou propagação vegetativa) é um processo de reprodução assexuada frequente nas plantas. Pode ocorrer em diferentes órgãos: raízes, caules e folhas, por fragmentação e por gemulação.

A multiplicação vegetativa a partir de raízes ocorre a fragmentação dos feixes radiculares, dando cada um destes fragmentos origem a uma nova planta.

A multiplicação vegetativa a partir de caules pode ocorrer por simples enraizamento de uma porção do caule ou seus prolongamentos (estolhos), que dá origem a uma nova planta. Em outras situações, são órgãos especializados (tubérculos) das próprias plantas que podem originar novas plantas.

A multiplicação vegetativa a partir de folhas pode ocorrer por enraizamento de uma folha, que origina uma nova planta, ou a partir da formação de gemas foliares.

Considera-se que a reprodução ocorre quando os "filhos" se separam da planta-mãe.


Estolhos são caules aéreos,finos,que possuem crescimento horizontal,originando novas plantas. Até ao desenvolvimento da planta-filha esta é alimentada pela planta-mãe.Quando a planta-filha conseguir produzir o seu próprio alimento, o estolho seca tornando a planta-filha independente.


Constituição das plantas com flor

As plantas têm caraterísticas muito distintas pois há uma enorme diversidade delas.

Considera-se que as plantas com flor são constituídas por:

Raiz
Caule
Folha
Flor 

A flor dá origem ao fruto e este contém as sementes.